Secretaria de Ensino divulga planejamento de retorno às aulas

Ano letivo será reiniciado em 1º. de fevereiro de 2.021.

 

A Secretaria Municipal de Ensino promoveu na última quarta-feira, 13 de janeiro, uma transmissão ao vivo pela rede social institucional do Município de Pontal relativa ao retorno presencial às aulas no ano letivo de 2.021.

Como é de conhecimento de todos, o mundo enfrenta uma pandemia de COVID-19, doença contagiosa causada pelo corona vírus, não sendo diferente em nossa cidade o cenário desafiador. A retomada das aulas, portanto, se dará com a adoção de diversas medidas de proteção e cuidado, visando resguardar toda a comunidade escolar (servidores, professores e, sobretudo, alunos).

Durante a live a Secretária de Ensino, Profª. Shirley Pedro, esclareceu que as atividades pedagógicas do ano letivo de 2.021 se iniciarão em 1º. de fevereiro. Num primeiro momento, todos os alunos acessarão suas aulas de maneira virtual, da mesma maneira que o fizeram no ano passado, desde o início da quarentena.

O que ainda não se sabe é a data exata em que será possível realizar a retomada presencial das aulas, uma vez que esta decisão depende da evolução da pandemia no município e em toda região de Ribeirão Preto. Entretanto, segundo esclareceu a Secretária, a tendência é que a Rede Municipal de Ensino adote, quando possível, sistema hibrido de frequencia, no qual os alunos assistirão aulas presencialmente, no interior das escolas, em dias alternados da semana para que jamais haja a total lotação das salas de aula e também para que seja respeitado o distanciamento mínimo recomendado pelas autoridades sanitárias.

Além disso, foi anunciada a realização de uma consulta pública junto aos pais de alunos que funcionará da seguinte forma: todos os pais deverão procurar a direção da escola dos respectivos filhos e preencher um formulário no qual concordarão ou não com a retomada das aulas presenciais. O objetivo da consulta é saber a real opinião dos pais e responsáveis pelas crianças sobre a eventual retomada presencial do ensino municipal, bem como respeitar as vulnerabilidades de crianças que possuam doenças respiratórias, doenças crônicas ou outras variantes que as induzam ao grupo de risco da pandemia. Será possível aos pais, em todos os casos, optar que seus filhos permaneçam tendo apenas o ensino na modalidade virtual.

Para ter acesso à íntegra da live, clique sobre a imagem abaixo.

Capa Live Educação